quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Como surgem os mitos?

Star Wars, clara influência das obras de Campbell
Quem acompanha o NerdCast já deve ter ouvido eu falar várias vezes sobre a fascinante obra de Joseph Campbell.

O norte-americano Joseph Campbell (1904 – 1987) é considerado até hoje uma das maiores autoridades em religião comparada que já existiu. A famosa entrevista que ele deu ao jornalista Bill Moyers um ano antes de morrer – “O Poder do Mito” - acabou virando uma série para a TV e ajudou a difundir e popularizar o interesse por símbolos e mitologia.


Como surgem os mitos? - tutorial em áudio by eduardospohr


Um dos mais aplicados alunos de Campbell foi o cineasta George Lucas, que usou os padrões da Jornada do Herói, sintetizada no livro “O Herói de Mil Faces”, para delinear sua saga galáctica. Se não fosse Campbell, possivelmente “Guerra nas Estrelas” nunca teria existido, ou então seria bem diferente.
Campbell com a esposa, Jean Erdman, e a antropóloga Joan Halifax, na década de 80.
Há muito que falar sobre os escritos de Joseph Campbell, e certamente voltarei ao assunto em outros posts. Hoje, vamos começar pelo básico, e usar as palavras do acadêmico para entender:

O QUE SÃO OS MITOS?

Você já sonhou que estava caindo? Ou que estava voando? Ou que estava se afogando? Ou que caminhava pelado pelo colégio? Normal. Todos nós já tivemos sonhos assim.

Como Freud, Jung e o próprio Campbell nos mostram, a psique humana é constantemente sacudida por uma série de medos, conflitos e desejos. Algumas questões são puramente individuais; outras são partilhadas por vários membros de uma determinada sociedade; e há ainda aquelas comuns a todos os seres humanos.

Freud: interpretação dos sonhos
Quando sonhamos, essas energias em conflito continuam se expressando. Mas sem a barreira do consciente para censurá-las e organizá-las, a coisa vêm à tona de forma simbólica.
O que vemos num sonho não é a realidade, e sim uma tentativa do inconsciente de expressar a realidade por meio de símbolos e metáforas. Assim, sonhar que está caindo pode significar que algo na sua vida o está impedindo de prosseguir em um determinado objetivo. O que está ocasionando isso depende de pessoa pra pessoa.

MAS O QUE ISSO TEM A VER COM OS MITOS?
No caso dos mitos, acontece exatamente a mesma coisa. Os mitos são sonhos coletivos, são conflitos e questões partilhados por todos os membros daquela sociedade, e que precisam se expressar de forma simbólica.

Segundo Campbell, os sonhos são mitos individuais – os mitos são sonhos coletivos.
Salvador Dali: símbolos individuais
Na antiguidade e nas culturas primitivas de hoje, os mitos são organizados e difundidos por homens e mulheres especiais, que têm a sensibilidade de compreender os anseios da sociedade em que vivem.

Esses sonhos, esses desejos comuns a todos daquele grupo, são sintetizados em um determinado conjunto de símbolos e metáforas - denominados mitos.

ELEMENTOS UNIVERSAIS

Não é à toa que ainda hoje muitos mitos antigos permaneçam úteis e compreensíveis para nós. Várias dessas histórias ancestrais carregam idéias elementares, ou seja, idéias comuns a todos os seres humanos, não importa a raça, credo, religião ou camada social.

Um desses padrões universais é a célebre Jornada do Herói, que já falamos acima e que merece um post à parte. Por enquanto, ficamos com os dizeres do simbologista, em um dos trechos do vídeo "O Poder do Mito", em que ele fala sobre o papel dos artistas como construtores de mitos na civilização atual.


15 comentários:

Gabriele disse...

Mitologia é uma coisa incrível. E o Campbell realmente sabe muito. Estou lendo a transcrição das entrevistas, compiladas em livro, e é fascinante como os mitos se ligam a questões tão universais. Pra quem gosta do assunto, Jung também é fundamental, o conceito de inconsciente coletivo foi revolucionário.
Parabéns pelo texto!

D. Meister disse...

CAMPBELL! CAMPBELL! CAMPBELL!!!!

Eu vivo falando. se esse cara não tivesse existido, não teríamos Star Wars - ou ao menos seria um dakeles filmes chinfrins dos anos 70

Whiskey Jack disse...

È, os livros do JOseph estão na minha lista de compras que sempre esqueço de fazer.

Danyaell disse...

Legal o post, Mr. Spohr! Aguardo os próximos.

eduardospohr disse...

@Gabriele,

Vc deve estar se referindo ao livro "O Poder do Mito". Já li é mesmo fascinante. Pra quem não tem muito saco ou tempo pra ler, acho que é uma ótima forma para começar a conhecer o trabalho do Campbell.

@D. Meister,

Aguardava o seu comentário, rapaz. Sei que vc tb é um grande fã de Campbell. Bacana vc ter aparecido. Vê se não some.

@Whiskey Jack,

Sei como é isso. Se não tiver muito tempo pra ler, compra o DVD que é muito irado! Mas não deixe de se interar sobre os trabalhos do cara. Vai mudar a sua percepção da vida.

@Danyaell,

Valeu! Estou tentando postar com mais frequencia, mas 'to enroladaço de trabalho :-(

Anônimo disse...

Muito maneiro, cara!!
Se quiser depois que eu te passe um pouco mais da visão freudiana sobre o assunto, me procura!
Parabéns pelo blog!!
Abs.
Cattapan

Eduarda disse...

Campbell é fascinante! Particularmente, acho que suas obras deveriam ser estudadas nas escolas.

eduardospohr disse...

@Eduarda,

Eu incluiria tb o romance "1984", de George Orwell, como leitura obrigatória nas escolas: http://www.twitpic.com/bj8i8

100nick disse...

estou esperando o post da jornada do herói ^^

o 1984 é muito bom. só não gostei que no fim ele não dá a volta por cima e não fica com a garota (não que eu tivesse muitas esperanças em uma vitória da resistência).

eduardospohr disse...

@100nick,

Acho q a idéia de "1984" é essa mesmo - o cara se dá mal no final. Tem uma moral por tras disso. Acho q tem a ver com a história do livro.

O melhor é o quarto 101.

Almighty disse...

Belo texto, Eduardo.

The Gunslinger disse...

Muito bom post. Bem escritro e explicativo.

Li bastante coisas do Freud e do Jung na época de faculdade.

The Gunslinger disse...

Sensacional o audio!!

Vou roubar isso para O Nerd Escritor hehehe... tenho de utilizar isto la também... E se meu amigo André aparecer por aqui.. Olha ali maluco, o negócio de audio qeu você estava procurando!!

Fabiano Guimarães da Rocha disse...

Olá! eu me chamo Fabiano e estou cursando Biblioteconomia na UNIRIO. Gostei muito do post sobre Mitologia.
Aliás todo o site está de parabéns!
Já estou participando deste blog como membro para sempre poder visitá-lo.

Se você puder visite meu blog:

http://oelisio.blogspot.com/

Estou bem no começo, mas, tenho bastante material já pronto para publicar.
Um abraço!

franciscarlos ramalho disse...

muito bom esse post, interessantíssimo