domingo, 15 de março de 2009

‘Watchmen’ – impressionismo + videoclipe



Vocês já devem ter lido um milhão de resenhas sobre o mega-sucesso de bilheteria ‘Watchmen’. Comentar aspectos gerais da produção a esta altura do campeonato seria inútil. Também nem vale a pena perder tempo falando do Ozymandias, afinal a maioria de vocês já deve ter ouvido a minha opinião na leitura de emails do NerdCast 152.

Estendendo os comentários feitos no podcast, bato na tecla de que a linguagem usada por Zack Snyder – mistura de arte impressionista e videoclipe – representa uma tendência do cinema para o futuro.

O impressionismo nas artes plásticas chutou o balde do realismo e decidiu retratar mais as impressões sobre um determinado espaço do que a percepção nua e crua do que o olho captava. Ou seja, não importava a imagem em si, mas a impressão que você tinha dela.

Da mesma forma, obras como ‘Watchmen’ recriam o espaço à sua volta em favor da necessidade do filme, em detrimento à realidade. Por que fazer uma filmagem aérea da cidade se você pode recriá-la no computador?

Assim, a impressão que fica é que aquela Nova York não é bem uma cidade real, que experimentamos com os nossos sentidos, mas uma reprodução onírica do mundo em que estamos vivendo agora.

'300' e ‘Sin City’ são outros exemplos desta tendência, por questões lógicas. Mas, veja, há um lampejo disso também em ‘Gladiador’, que reproduziu um Coliseu muito mais espantoso do que foi na verdade - quem já esteve em Roma sabe que as proporções do teatro são impressionantes, mas não como mostradas no longa de Ridley Scott.

No outro extremo, a velocidade dos videoclipes dá o ritmo ao filme, não só nas cenas de ação. Transforma a obra numa verdadeira peça audiovisual, misturando imagem, som e efeitos sonoros numa sinfonia perfeita, também com seus momentos de lentidão, como num concerto.

Se a tendência cinematográfica reproduzida por Snyder em ‘Watchmen’ vai pegar ou não, é uma coisa que só o tempo e o público podem dizer. Fico pensando o que será que Claude Monet diria disso tudo.

14 comentários:

david disse...

Gostei muito do que você falou sobre o filme no nerdcast, contrapondo a opinião dos donos de lá.
Eu vou ver o filme hoje e estou bastente entusismado.
Sua opinião me fez querer mais ainda ver o filme. Estou no ultimo volume da HQ e gostei muito até aqui.

Mais um blog para companhar.

Abração cara

George Mello.....LoRd GABM disse...

Saldações caro Spohr

Concordo com vossa opinião juntamente com a do leitor acima.

Muito bem abordado por vc...para mim era a crítica que estava faltando...olhando watchmen por esse ângulo,creio ser o ângulo certo,a obra tornasse perfeita!

Descobri seu blog quase agora....muito bom cara!

Abraço e Sucesso!


George Mello-LoRd Gabm

Kazejin disse...

Ainda não vi o filme mas com certeza vou corrigir esse erro logo, quanto ao site adorei e muito sucesso com este teu blog.

delki8 disse...

Eu gostei muito da sua opinião e explicações gerais sobre impressionismo Sr Vince, e só me deixou com mais ânsia de assistir o filme, e eu penso o seguinte, mesmo que esse "jeito" não pegue tenho certeza de que continuaram a aparecer esse tipo de obra.

eduardospohr disse...

@david conseguiu ver o filme ontem? Depois nos diga a sua opinião.

eduardospohr disse...

@ George Mello Valeu pelo elogio, cara. Vc só descobriu o blog agora pq eu acabei de abri-lo.

eduardospohr disse...

Galera, valeu pelo interesse :-)

Estou começando o blog. Vamos ver se vai dar certo. Conto com as críticas de vcs, positivas e negativas.

Já me disseram que o layout não está legal. Assim q eu tiver um tempinho vou melhorar isso.

Dkaoa disse...

O pessoal comenta demais sobre o slow motion usado pelo Zack Snyder, mas em muitos outros filmes tem isso. Outro dia tava vendo Constantine e percebi cenas assim.
Em Watchmen as cores e os efeitos sonoros são ótimos. O Filme tem cores fortes e as cenas de luta misturada com os efeitos sonoros são impactantes. A primeira cena com o comediante o barulho que faz quando ele bate a cabeça na mesa é demais.
Acho que o cenário, cores, música, fotografia, efeitos visuais e sonoros são para ajudar a detalhar uma história que esta sento contada no filme. Tem filmes que parecem se preocupar demais com efeitos visuais (efeitos especiais) e toda atenção fica ali em vez da história (exemplo hellboy 2).
Fiquei preocupado com isso em Watchmen mas Zack Snyder soube usar bem esses recursos.
Não estou querendo dizer que ele é um ótimo diretor, só quero defender um pouco dessa crítica toda que fazem querendo diminuir o trabalho dele. Se for pra criticar falem mal dos defeitos.

Dkaoa disse...

sem perder tempo falando do Ozzymandias.
Mas só uma coisa sobre o ator, acho que ele é filho da Vera Loyola, os olhos são iguais. hahahahahaha.

Bruno Vox disse...

Eduardo,

Alguns nos créditos comentaram que não entenderam o filme, acharam que iriam ver um filme de super-hérois, mas viram seres humanos comuns combatendo o "crime", porém, com uma abordagem enigmática, talvez esses não conheçam a obra de Allan More.
.
Essa tendência é super bem vinda, pelo menos para mim, gostei muito do filme, o jeito que foi trabalhado, talvez como vc disse só o Ozymandias me decepcionou.

Baylor D. ( a.k.a. João Gilberto ) disse...

Eu gostei do filme e to gostando do blog meu caro...

Achei que as idéias principais de tapa na cara e chute na porta da sociedade foram mantidas e isso sim era o fundamental....

Abraços

Atreus disse...

Sobre o Impressionismo:

Acho que essa guinada para o impressionismo ja esta mais que imbuida no cinema, mas que foi perdida.Sei la, acho que agente ve muito desse mundo onirico em filmes americanos antigos como O vento levou.Aquelas cores pasteis, a atuacao meio canastrona.Talvez veja isso assim por causa da falta de efeitos especiais, ou entao pq tou assistindo agora coisas que talvez na epoca eram consideradas ultra realistas.Outro exemplo eh o uso do preto e branco que ativa essa visao meio que onirica/impressionista do mundo citando os filmes Japoneses do Hideo Gosha e ateh do Kurosawa, e o Touro Indomavel do Scorcese, e puxando a peteca para os filmes do Sergio Leone.

Seria talvez isso apenas um renascimento do Cinema como era antigamente?

Sobre o watchmen: Ah caramba, tenho que ver...Moro na casa do xibiu e soh tem dublado no cinema, nao assisto dublado nem a pau!!!rs

Otimo blog!E realmente o layout ta meio fraco. =D

Leonardo Polon disse...

espero que sim..

Anônimo disse...

necessario verificar:)